Revista Branca Evangelismo e Discipulado

1) O Que É Evangelização?

 

1.1)       Conceito de Evangelho.

 

-       No grego antigo era uma recompensa por se trazer boas notícias.

-       No culto imperial era a proclamação do Imperador ao povo que dava vida ou salvação.

-       Na Septuaginta (Velho Testamento em grego) eram as próprias Boas Notícias.

-       No Novo Testamento era a Boa Notícia da Salvação em Cristo Jesus.[1].

-       Exemplos em Lucas 2:10,11. O anjo trouxe uma .................. ................................................  aos pastores de Belém, ele anunciou o Evangelho.

-       Romanos 1:16. Paulo não tinha vergonha do ................................ que é a boa notícia da salvação.

 

 

 

Definições de Evangelização:

 

·         Evangelização é compartilhar o evangelho.

·         Evangelização é falar de Cristo.

·         ... é mostrar Cristo aos outros.

·         ... é apresentar os 4 passos da salvação.

·         ... é obedecer à ordem clara de Jesus em Mateus 28:19,20.

·         ... é manifestar o poder do Espírito Santo (Atos 1:8).

·         ... é amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a nós mesmos (Mateus 22: 36-40).

 

 

1.2)       Análise Bíblica de Evangelização.

 

a)       É .................................................... de Deus (1 Timóte2:3,4).

 

b)       É ...................................................... de Cristo (Mateu28:19).

 

 

c)       Mostra o ................... humano (Marcos 8:36,37 e Luca15:3-10).

d)       Mostra a.................................da Salvação (Romanos 10:13-17; Atos 4:12).

e)       Mostra a nossa .................................................................. (Ezequiel 3:16-21; Lucas 8:39 e 10:1-24; Atos 4:20).

 

Em Efésios 4:11 e 12 vemos que Deus escolheu o Evangelista como um dos ................................................ da igreja, visando aperfeiçoar os crentes para a obra de Deus que inclui a ....................................................................................................

Logo evangelização não é só para evangelista, é para ....................................................................................................

Escreva com suas palavras o que é evangelização?

....................................................................................................

....................................................................................................

....................................................................................................

....................................................................................................

....................................................................................................

....................................................................................................

....................................................................................................

....................................................................................................

....................................................................................................

....................................................................................................

....................................................................................................

....................................................................................................

....................................................................................................

 

 

1.3) Analisando as desculpas encontradas na evangelização:

 

 

Objeções & Desculpas

Verso

Verso

Sou muito mau.

Hebreus7:25

Isaías 1:18

Tenho de abrir mão de muitas coisas.

Marcos 8:36

1João2:1517

Receio que não possa aguentar.

Filipenses1:6

1Pedro 1:5

Receio o que os outros possam pensar.

 

Mateus10:32,33

Agora não, mais tarde.

Provérbios27:1

2 Corintios 6:2

Estou fazendo o melhor que posso.

Efésios 2:8,9

Isaías 64:6

Não sou tão mau assim.

Tiago 2:10

Isaías 53:6

Deus não condenará ninguém.

João3:18,36

Hebreus 9:27

Como posso saber se Deus me aceitará?

João 6:37

2 Pedro 3:9

Não consigo compreender a Bíblia.

1 Coríntios 2:14

2 Coríntios 5:7

Como sei que Cristo é o único caminho?

João 14:6

Atos 4:12

Prefiro me divertir agora.

Eclesiastes 11:9

1 Corintios 6:2

Custa demais seguir a Cristo.

Marcos 8:36

Lucas 18:29,30

Jesus não era Deus realmente.

Hebreus 1:3

João 10:30

Não parece lógico.

Isaías 55:8,9

1Co1:18,23

Vou aproveitar minhas oportunidades.

Hebreus 10:31

Lucas12:16-21

Não creio em Cristo.

Romanos 3:3

Atos 4:12

 

Tire uma cópia e cole em sua bíblia.

 

Responda (V)  ou  (F).

(    ) Todos os evangelistas devem evangelizar.

(    ) Só os pastores devem evangelizar.

(    ) Deus não deseja a salvação do mundo.

(    ) Deus quer usar a todos os crentes na ação de salvar o mundo.

(    ) Quanto mais crentes aceitarem a responsabilidade mais rápido o evangelho será propagado e mais vidas serão salvas?

 

 

 

2) O Projeto CEIFA.

 

A nossa igreja tem desenvolvido um projeto de evangelização e discipulado chamado CEIFA. Esta palavra significa: Contato, Evangelização, Integração, Fortalecimento e Avanço.

 

Peque o seu cartão CEIFA e vamos estudá-lo.

 

2.1) CONTATO:

 

            2.1.1) Lista de Oração.

Quando olhamos o Novo Testamento vemos que os crentes oravam por outros e mesmo Jesus Cristo orou por nós antes de nossa conversão.

 

Vamos analisar agora os textos do seu cartão CEIFA iniciando por:

a)    João 17:20. Leia e responda. Jesus orou por quem? ..............................................................................................

b)    Romanos 1:8-10. O que Paulo fazia pelos crentes de Roma? ..................................................................................

c)    Veja em Romanos 16:1-15 e conte por quantas pessoas Paulo orava em sua lista de oração. ..................... pessoas.

d)    Veja em 1 Timóteo 2:1-4 o que devemos fazer por todas as pessoas?  .............................................................................

e)    Terminando veja em Romanos 10:1 o que Paulo desejava em suas orações por seu povo? ..........................................

 

Vimos então que devemos orar pela salvação de pessoas e que devemos fazer nossa lista de oração visando sempre lembrar delas. Podemos não ter uma lista, mas, certamente, com ela nos lembraremos muito mais dos perdidos e evitamos correr o risco de esquecê-los.

 

Faça agora sua lista de pessoas sem Cristo e comece hoje mesmo a orar por elas. (Use seu cartão CEIFA).

            2.1.2) Faça Novos Amigos.

Fazer amigos é a chave da evangelização eficiente. As pesquisas mostram que o maior percentual de decididos vem do nosso campo de amizade. Como diz Pr Roberto Casas :[2]

 

A missão do discípulo é:

 

a)    Ajudar as pessoas a gostarem de você;

b)   Ajudar as pessoas a confiarem em você;

c)    Ajudar as pessoas a ouvirem você.

 

Vamos analisar os textos do CEIFA deste tópico começando em:

 

a)    Lucas 4:38,39. Jesus visitou a casa de Pedro e fez uma nova amizade com quem? ...................................................

b)    Lucas 19:1-6. Aqui Jesus visitou a Zaqueu. Qual foi a reação de Zaqueu com esta visita? ..............................................................................................

c)    João 1:35-40. Jesus recebeu em sua própria casa a dois seguidores de João Batista. A partir dali eles se tornaram seus discípulos. O nome de um deles era ..............................................................................................

d)    João 2:1,2. Vemos Jesus em uma festa de .................................. naturalmente ele fez contato com pessoas na festa.

e)    João 3:1,2. Jesus recebeu a ................................ para conversar.

f)     João 4:1-9. Jesus parou para bater um papinho com uma mulher samaritana e ali ele lhe ofereceu ..............................................................................................

 

Não perca a oportunidade de fazer contato com as pessoas e fazer novos amigos. Também é muito importante que você fale sempre bem de sua igreja e convide visitantes. Esta é uma verdade até mesmo comercial. As pessoas mal atendidas propagam mais o mal do que as pessoas bem atendidas propagam o bem. Quando alguém fala mal de sua igreja está fazendo mal a quem ouve e a muitos outros depois. Devemos tomar cuidado neste ponto e sermos os mais prudentes possíveis em relação ao evangelho.

 

O CONTATO é também chamado de Pré-Evangelismo, isto é, aquilo que vem antes da evangelização. Jesus Cristo evangelizou e foi aceito por muitos pois suas palavras tiveram uma vida que acompanhava.  Jesus conversava com as pessoas, comia em suas casas, visitava os amigos, ajudava o próximo, encorajava os aflitos, frequentava as festas do seu povo, ia nas cerimônias religiosas ... enfim, Jesus era alguém que procurava fazer amizades e assim criar o ambiente para que suas palavras fossem ouvidas realmente.

 

Se você deseja alcançar pessoas com o evangelho não deve fugir delas. Não se isole, não deixe de ter contato com os amigos, mas, nestes contatos, dê o seu testemunho de maneira natural, evitando práticas que agora você não mais deseja participar, mostrando aos seus amigos e parentes que, apesar de não mais praticar algumas coisas, você ainda é amigo deles e deseja manter relacionamentos saudáveis.

 

Você deve ter sempre em mãos sua lista de oração e deve interceder por seus amigos e parentes sem Cristo.

 

 

 

 

 

 

 

3) Aprendendo a Evangelizar

 

3.1) O processo da evangelização pessoal.

a)    Abordagem – programada ou ocasional.

b)    Transição – Natural e Breve.

c)    Proclamação – contextualizada.

d)    Aplicação – Pessoal com Apelo.

e)    Continuidade do cuidado (fazer o discipulado seguindo o trilho CEIFA conforme aprendeu).

 

3.2) Exemplos de Evangelização:

 

f)     Nicodemos (João 3:1-21)

 

-       Jesus está receptivo ao diálogo (1,2) – Abordagem.

-       Jesus direciona a conversa (3) – Transição.

-       Jesus mostra que, apesar da religiosidade, ainda faltava algo para Nicodemos ( idem Cornélio em Atos 10).

-       Jesus mostra a solução (15,17) – Proclamação.

-       Jesus mostra o perigo da rejeição (18-21) – Aplicação.

(Estes exemplos: Nicodemos e Cornélio, podem ajudar em evangelismo de outros religiosos, eles eram religiosos sem salvação).

g)    Mulher Samaritana (Jo 4:1...)

 

-       Jesus inicia o diálogo (7)..........................Abordagem.

-       Jesus direciona a conversa (10)..............Transição.

-       Jesus mostra a solução (13,14,25).......... Proclamação.

-       Jesus mostra a consequência (23,24)..... Aplicação.

-       A mulher já dá testemunho (28-30)......... Nova proclamação.

(A mulher acabara de se converter e já estava evangelizando, antes mesmo de resolver toda sua situação conjugal. Deixe e incentive os novos trazerem outros novos).

h)   Zaqueu, o publicano (Lucas 19:1-10).

-       Abordagem (5).

-       Solução (10).

Consequência (8,9). (Zaqueu foi tão impactado pela presença de Jesus que exibiu uma conversão natural, mesmo sem apelo formal).

 

i)     Pedro e João em Atos 3:1-19 (faça a ligação).

 

-       Abordagem...                                          (12-16).

-       Transição.....                                           (4-6).

-       Proclamação                                           (3).

-       Aplicação.....                                           (19).

 

 

j)      Felipe e o Eunuco (Atos 8:26-40) (Faça a ligação).

 

-       Abordagem...                                        (36-39).

-       Transição.....                                         (35).

-       Proclamação                                         (35).

-       Aplicação.....                                         (30).

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

3.4) Ensinando os 4 passos da salvação (CEIFA).

(treine em dupla)

Pergunta inicial para provocar a necessidade de ouvir o evangelho. “Se você chegasse diante de Deus, na porta do céu, e ele lhe perguntasse por que deveria deixa-lo entrar lá? O que você responderia?”  “Você conhece os 4 passos da salvação?”

Os Quatro Passos da Salvação

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Estes são os quatro passos da salvação. Se você deseja receber a Jesus Cristo como seu Salvador e Senhor pessoal, faça-o em oração sincera. Convide-o a entrar em sua vida e perdoar os seus pecados.

 

 

4) Aprendendo a Batalhar pelas Almas.

 

4.1) Qual a Vontade de Deus para com os Perdidos?

 

·         Ezequiel 33:11. Ele não se alegra com ........................................

·         1Timóteo 2:4. Ele deseja que todos sejam .................................

·         2Pedro 3:9. Ele quer que todos cheguem ao ............................

 

Quando praticamos a evangelização, testemunhamos de Cristo e elaboramos meios de alcançar os perdidos, nós estamos no centro da vontade de Deus. Você quer estar no centro da vontade de Deus?

 

Discuta em grupo e responda: O que Deus espera de você?

 

(   ) Retirar-se do convívio social com os perdidos e desenvolver amizades só com os salvos.

(   ) Viver entre aqueles que precisam ser resgatados do domínio de Satanás.

(   ) Trazer muitas pessoas ainda não alcançadas para unirem-se a nós em seu maravilhoso Reino.

(   ) Usufruir ao máximo a presença de Deus e ignorar o sofrimento de vidas quebradas que nos rodeiam.

 

4.2) A Oposição é Real.

João 8:44 mostra que os perdidos são .............................. do opositor. Os perdidos fazem a ................................ dele. O opositor possui duas qualidades malignas, ele é ............................. e é ................................. pois nunca se firmou na verdade.

João 10:10ª O opositor veio para ................................,  ..................................... e destruir.

Como mentiroso o opositor usará estratégias sujas para impedir a salvação dos perdidos.

Leia 2 Corintios 4:3,4 e comente o texto.

 

Leia 1 João 5:19 e diga até onde vai o poder do opositor.................................

 

É como se o opositor fosse o diretor de um presídio de “Segurança Máxima” e fizesse tudo para impedir a fuga (libertação) dos detentos, que estão no corredor da morte (caminhando para a pena de morte).

 

4.3) Uma estratégia para sua batalha pelas almas das pessoas :

Pense agora em três pessoas que você conhece e estão perdidas e verifique a situação delas.

Preencha estas 3 fichas a seguir sobre cada uma delas:

 

Início da Luta ... / ... / ....

Nome do perdido 01    ...............................................................

Seus maus hábitos ....................................................................

....................................................................................................

Seus enganos religiosos  ...........................................................

....................................................................................................

Pessoas que o influenciam para coisas erradas  ......................

....................................................................................................

Outros detalhes: ........................................................................

...................................................................................................

 

Nome do perdido 02    ...............................................................

Seus maus hábitos ....................................................................

....................................................................................................

Seus enganos religiosos  ...........................................................

....................................................................................................

Pessoas que o influenciam para coisas erradas  ......................

....................................................................................................

Outros detalhes: ........................................................................

...................................................................................................

Nome do perdido 03    ...............................................................

Seus maus hábitos ....................................................................

....................................................................................................

Seus enganos religiosos  ...........................................................

....................................................................................................

Pessoas que o influenciam para coisas erradas  ......................

....................................................................................................

Outros detalhes: ........................................................................

...................................................................................................

 

Estas informações são o seu campo de batalha inicial. Nas guerras atuais, grande parte da luta se trava nos bastidores, no campo das informações. Saiba contra quem está lutando. Em suas orações peça a Deus:

 

a)    Libertação e livramento em todos os detalhes que você souber dos perdidos por quem está orando.

b)    Peça ainda oportunidades de demonstrar amor por elas de maneira prática e real.

c)    Ezequiel 22:30. Saiba que você está na brecha que Deus procura para abençoar tal vida, não saia dela. Seja um intercessor.

 

O opositor usa 3 mentiras comuns com as pessoas:

 

1)    Falsificar a personalidade de Deus.

2)    Fazer acreditar que o amor de Deus é condicional, depende do que fazemos.

3)    Fazer que nos preocupemos com a aprovação das pessoas e não de Deus.

 

 “Todo incrédulo procura ser importante pelas coisas que faz, e há pelo menos uma pessoa da qual ele espera aprovação”.

 

Leia 1 Pedro 5:8 e veja a astúcia do opositor. Em Outubro de 2001 o Programa Fantástico da TV Globo exibiu uma reportagem sobre as pessoas que entravam clandestinamente na África do Sul por uma reserva animal. No entanto, eles o faziam a noite, e passavam pela área dos leões (que caçam neste horário). Alguns animais estavam sendo sacrificados porque se especializaram a comer carne humana. Nosso opositor se especializou em enganar pessoas humanas e precisa ser aniquilado pelas armas da fé (Efésios 6:10-18).

 

Certo rapaz da Malásia chamado Ipoh aceitou a Cristo como seu Salvador pessoal e por isso foi expulso de casa por seu Pai. Como não tinha onde se abrigar dormiu na porta de sua casa onde, pelo costume, as pessoas deixavam seus sapatos. Todas as noites ele ali dormia e limpava os sapatos de sua família e também começou a lavar o carro do Pai. Após uma semana de “amor prático” seu Pai não mais aguentou, perdoou seu filho e aceitou a fé.

 

O que você faz com os que lhe rejeitam por causa do Evangelho?

 

Leia 1 Pedro 3:1. O cônjuge deve ser ganho pelo nosso ..........................................................

 

Leia Atos 20:24.  Você tem consciência de sua missão? Qual é ela?  ......................................................................................

 

Você está disposto a assumir sua missão neste mundo?

 

 

 

 

 

Discipulado em 4 Passos

O Primeiro Passo: As Bases Bíblicas

 

1)    Mateus 28:19,20. Temos aqui uma ordem direta de Jesus para fazermos .........................................  A idéia do texto é que, por onde estivermos indo, devemos ensinar, isto é, fazer discípulos.

2)    O texto mostra que o campo de trabalho é o .............................................

3)    Acompanhando o evangelismo inicial devemos também instruir os discípulos em ..................................... os ensinos de Cristo, inclusive este em destaque: “Fazei discípulos”.

 

O processo que se forma aqui é:

 

1o) Somos salvos e instruídos.

2o) Saímos pelo mundo evangelizando.

3o) Instruímos os novos discípulos.

4o) Estes novos discípulos repetem o processo.

 

4)    Atos 5:42. O discipulado abrange o ......................... e as ........................... O discipulado é uma tarefa que não pode..................................

 

5)    Veja estes exemplos bíblicos de discipulado:[3]

 

5.1) Os Apóstolos discipularam a Barnabé (Atos 4:36,37).

5.2) Barnabé discipulou a Paulo (Atos 9:26-29; 11:25,26).

5.3) Paulo discipulou a Timóteo (1 Timóteo 1:1,2).

5.4) Timóteo discipulou a homens fiéis (2 Timóteo 2:2).

5.5) Homens fiéis discipularam a outros (2 Timóteo2:2).

5.6) E nós? Que faremos? Vamos parar o processo?

 

6)    O Modelo André.

 

6.1) André levou seu irmão à Jesus (João 1:40-42).

6.2) André encontrou o menino fiel que ajudou a muitos com seu lanchinho (João 6:8,9).

6.3) André tomou providências para que os gregos pudessem ver a Jesus (João 12:21).

Como podemos avaliar o resultado deste cuidado de André em descobrir pessoas e leva-las à Cristo para serem bênção?

 

 

7)    O Modelo Barnabé.

 

7.1) Discipulou a Paulo (Atos 9:26-29; 11:25,26).

7.2) Discipulou a Marcos, mesmo tendo ele voltado na primeira viagem missionária com Paulo e Barnabé (Atos 13:13).

7.3) Marcos, mais tarde, será útil até para o próprio Paulo       (2 Timóteo 4:11) que o rejeitou na Segunda viagem ( Atos 15:38).

Barnabé transformou um desertor em um ajudador útil pelo discipulado lado a lado (1+1).

 

8)    O Modelo Paulo.

 

8.1) Discipulou a Áquila e Priscila (Atos 18:2;18)

8.2) Áquila e Priscila discipularam a Apolo (Atos 18:24-28).

8.3) Apolo atingiu a muitos (id.).

 

Vemos por estes modelos que o processo de discipulado abrange relacionamentos, andar juntos, acompanhar, seguir o mesmo caminho e então compartilhar a vida cristã, os ensinos na teoria e na prática.

 

Discipulado não é uma aula de doutrina é um compartilhar de vida dia a dia com outro que está precisando mais ainda.

 

Veja este quadro abaixo do desenvolvimento inicial do discipulado de Jesus:

 

A palavra grega traduzida como “discípulo” é MATHETÉS, é usada 269 vezes nos Evangelhos e em Atos. Significa pessoa “............................................. ou ............................................”.[4]

 

9) O discípulo possui:

 

a)    Envolvimento contínuo com a Palavra libertadora de ......................................... (João 8:31,32).

b)    Envolvimento amoroso com outros ...................................... (João 13:34,35).

 

c)    Envolvimento frutífero com Cristo (João 15:4,5).

-          Frutos pessoais (Gálatasl 5:22,23).

-          Frutos em vidas (João 17:20; Mt 9:37-39).

-          Frutos permanentes (João 15:16).

 

10) O discipulado requer:

 

·         Amor prioritário à Cristo (Lucas 16:26).

·         Carregar a cruz (Lucas 14:27; 2Co 5:15).

·         Renúncia (Lucas 14:33).

 

11)  As vantagens do discipulado bíblico 1+1.[5]

 

-          É uma estratégia para se Ter um ministério pessoal ilimitado.

-          É flexível.

-          Traz rapidez e segurança para mobilizar a igreja no evangelismo.

-          Possui o potencial de mais longo alcance.

-          Produz líderes maduros e firmes na Palavra.

-          Quando a igreja exala discípulos ela inala convertidos, e isto implica em crescimento.

 

“Os homens não são lavrados no atacado, mas um por um”.[6]

 

Estas são algumas das bases bíblicas do discipulado, sem considerar os exemplos do Velho Testamento como Moisés x Josué, Elias x Eliseu, Reis e seus filhos etc. Este trabalho é plano de Deus para sua igreja atual e você deve praticar discipulado recebendo e compartilhando.  Deus te abençoe!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Discipulado em 4 Passos

O Segundo Passo:  Conhecer o Caminho a Seguir

 

 

DISCIPULADO INDIVIDUAL

 Pj  CEIFA

Aluno : .........................................................

 

Discipulador: ...............................................

 

 

 

 

C

Contato (pré-evangelismo)

 

E

4 Passos  (Verde)

Datas

1

O Amor de Deus

 

2

Todos são Pecadores

 

3

Só Cristo Salva

 

4

Arrependimento e Fé

 

 

Confirmação na Célula em:

 

 

 

 

I

Integração (Amarela)

 

1

Certeza da Salvação

 

2

A Oração

 

3

A Bíblia

 

4

A Igreja

 

5

Dízimos e Ofertas

 

6

Casamento e Sexo

 

7

Vício, Jogo e Ética cristã

 

8

O Batismo

 

 

A Visão da Igreja (com pastor)

 

 

 

 

F

Fortalecimento (Azul)

 

 

Fez o Retiro MQV em:

 

1

Fechando as Portas

 

2

O Perdão

 

3

Vencendo a Carne

 

4

Vencendo o Mundo

 

5

Vencendo o Maligno

 

6

Vida Cheia do ES

 

7

A Armadura de Deus

 

 

 

 

A

Avanço (Branca)

 

1

Curso de Evangelização

 

2

Curso de Discipulado

 

 

Discipulado em 4 Passos.

O Terceiro Passo

Conhecer as Necessidades dos “Filhinhos”

 

1)    Os “filhinhos” precisam de um PAI espiritual.

 

1 Corintios 4:15 Paulo se sentia PAI dos coríntios ele .............................................................................................

Gálatas 4:19 Paulo chega a citar que sentiu ..................................................... pelos da Galácia.

1 Tessalonicenses 2:11 Paulo exortava aos tessalonicenses como um .........................................................

 

Estes são alguns exemplos de paternidade do discipulado que devemos considerar. Nossos novos convertidos estão descobrindo um mundo novo, estão conhecendo novas palavras, novo modo de ver a vida, novos sentimentos, enfim, “as coisas velhas já passaram eis que tudo se fez novo” e este novo precisa de um orientador, um amigo, um cuidador, um discipulador, um PAI.

 

Se você não sentir-se PAI (MÃE) do seu discípulo o seu cuidado não será o ideal, o seu carinho não será profundo a continuidade do seu ministério nele, discípulo, ficará comprometida.

 

Lembre-se: Um novo crente precisa de um .........................................................

 

2)    Os “filhinhos” precisam de amor.

 

João 15:12 diz : “que vos ameis uns aos outros assim como eu”... Jesus deu o exemplo de amor, e demonstrou isto profundamente até quando seus discípulos deram trabalho.

1João 3:16 mostra que o exemplo de amor chega a ser sacrificial, não podemos reclamar, lamentar, desprezar o cuidado com nosso filhinho pois o amamos.

 

Naturalmente que o amor aumenta com o convívio, por isso você deve conviver, gastar tempo com seu discípulo.

 

Amor se demonstra no dia a dia. Peça a Deus um profundo amor pelo seu “filhinho”.

 

3)    Os “filhinhos” precisam de alimento.

 

Em João 21 vemos Jesus Cristo, por 3 vezes. Convocando a Pedro para cuidar das ovelhas e, naturalmente que, parte deste cuidado é .....................................

 

1 Pedro 2:2 mostra o leite espiritual da Palavra que deve ser ............................................. aos filhinhos.

 

Lembre-se! Um “filhinho” não sabe alimentar-se sozinho! Você precisa ajuda-lo por um bom tempo.

 

No capítulo 2 você tem a sequência que deverá seguir com os estudos diversos que preparamos. Trate de dar porções semanais firmes, constantes. Quando falhar numa semana procure compensar na outra mas não deixe seu filho com fome.

 

Atenção: O projeto CEIFA possui diversos alimentos espirituais em séries de versos bíblicos interligados. Dependendo da situação do seu filhinho você poderá adiantar ou trocar a ordem dos estudos para suprir uma necessidade clara.

 

Tenha em sua bíblia os versos marcados em série. Não dependa sempre de revistas pois elas são apenas um suporte inicial. Vá tentando elaborar perguntas e respostas dentro de cada verso naquilo que é claro e evidente.  Não tenha medo de ensinar de maneira fácil, é assim que se começa.

 

4)    Os “filhinhos ”precisam de proteção.

 

4.1) Proteção contra o Inimigo.

 

1 Pedro 5:8 lemos sobre o inimigo que nos ronda. Quando vemos reportagens sobre animais percebemos que os predadores atacam os fracos e os mais novos (filhotes) pois estão mais vulneráveis.

 

Em Lucas 8:4-15 vemos a vulnerabilidade dos novos na Parábola do Semeador.

 

            4.2) Proteção Contra o Mundo.

 

1 João 2:15-17 vemos que há muitas ........................................ neste mundo contra nós e nossos “filhinhos” precisamos protege-los, mostrar-lhes os ................................... do dia a dia.

 

Em Romanos 12:1,2 vemos o perigo da forma do mundo que pode nos moldar de maneira ...............................

 

            4.3) Proteção contra doutrinas estranhas.

 

1 Timóteo 4:6 e 16; 6:3; 2 Timóteo 2:17,18 e 4:3-5 são textos que mostram Paulo orientando a Timóteo sobre este assunto. Se naquela época já havia este problema que dirá nos dias atuais.

 

            4.4) Proteção contra os falsos crentes.

 

Mateus 7:15; 1 Timóteo 6:20,21; 2 Timóteo 4:10,14 são textos esclarecedores. Não queremos aqui colocar dúvidas sobre o povo da igreja que freqüentamos, mas é evidente que dentro das igrejas existem membros “perigosos” , crentes que deveriam ter amadurecido e nunca amadureceram. Crentes que falam demais, são duros e rigorosos com as pessoas e, se você identificar pessoas assim, procure proteger seu “filhinho” de atritos, de influências, de problemas.

 

            4.5) Proteção contra ele mesmo (carne – Gálatas 5:16-18).

 

5)    Os “filhinhos” Precisam de Maturidade.

 

Na medida em que você protege e ajuda o seu “filhinho” a vencer o Maligno ele estará amadurecendo e se tornando um “jovem na fé” (1 João 2:13b).

 

            5.1) Ele deve amadurecer na prática cristã (Hebreus 5:13,14 e 2 Timóteo 2:15).

            5.2) No Serviço cristão (1 Pedro 4:10,11).

            5.3) No convívio cristão (Colossenses 3:12-15).

 

Observe o exemplo de Jesus que gradativamente foi dando oportunidades aos discípulos e os ajudou a .................................      (Lucas 9:1-6; Lucas 10 ).

 

Lembre-se do processo natural da vida: Nascemos, crescemos, ficamos independentes, casamos, temos filhos e começa tudo outra vez.

 

Você iniciará como um PAI espiritual, depois se tornará um parceiro ministerial e finalmente seu discípulo se tornará um PAI também.

 

Colossenses 1:18 Cristo é a cabeça do corpo e não nós. Seu discípulo irá encontrar o seu lugar e crescer ali para o bem de todos.

 

Efésios 4:11-13 Lembre-se que há outros que poderão ajudar seu discípulo a amadurecer, envolva-o com outros bons líderes.

 

Finalmente procure ser um modelo para o seu “filhinho” como nos mostra os textos de 1 Corintios 11:1 e Filipenses 4:9. Ele precisa ver, observar, reparar bons modelos para sua vida cristã. O primeiro que ele terá será você. Não fuja de sua responsabilidade.

 

 

Discipulado em 4 Passos

O Quarto Passo: Conhecer as Estratégias

 

1)    O Contato Pessoal.

 

Todos os exemplos citados no capítulo 1 seguem esta estratégia. Nos dias atuais precisamos ter cuidado com o avanço do discipulado eletrônico, impessoal, distante. Precisamos ainda ter cuidado com o discipulado de massa onde um pastor prega a todos e julga que todos aprenderam.

 

Mais do que nunca precisamos retornar ao modelo do Novo Testamento, de Jesus em particular, que iniciou seu discipulado com um grupo pequeno, com contato pessoal, com convívio real.

 

Não deixe de estar semanalmente com seu discípulo, nem que seja para orar. Reservem tempo para ler a Bíblia juntos seguindo a sequência do capítulo 2.

 

 

Textos básicos:

Marcos 3:14 Jesus chamou os discípulos para que estivessem com ele.

Atos 20:4 Paulo estava em constante companhia dos seus.

1 Tessalonicenses 3:10 Paulo queria vê-los pessoalmente para ajuda-los.

 

Lembre-se:  O ensino informa e o convívio transforma.

 

Não tenha medo de conviver, não tenha medo de acompanhar, de sair juntos, de formar uma amizade, de estreitar laços. Envolva seu discípulo com seus amigos, crie vínculos, pois as pessoas estão menos presas às doutrinas que uns aos outros.

 

2)    A Oração Pessoal.

 

Veja o exemplo de Jesus:

Lucas 6:12-16. Orou antes de escolher os doze.

Lucas 22:31,32 Orou por Pedro na provação.

João 17:20 Orou por nós, os futuros discípulos.

Veja o exemplo de Paulo:

Romanos 1:8-12 Paulo orava e queria estar com os romanos.

1 Corintios 1:4 Orava pelos coríntios, alvos da graça de Deus.

Felipenses 1:3 Paulo orava por tudo o que se lembrava.

Colossenses 1:3,4 Paulo orava lembrando do amor deles.

 

Cultive o hábito de orar pelos seus decididos (Lista do CEIFA) e também pelos seus “filhinhos” na fé.

 

Você deve acompanhar as respostas das orações e então ensine seus discípulo a também ter uma vida de oração. Leve-o consigo aos encontros de oração, vigílias, manhãs, visitas de oração aos enfermos e ausentes etc.

 

Não deixe nenhuma dúvida de que seu “filhinho” está constantemente em suas orações.

 

3)    O Representante Pessoal.

 

A igreja é uma família e, em casos emergenciais, você poderá lançar mão de uma pessoa de confiança para dar um estudo, suprir as necessidades durante suas férias, viagens, cursos, emergências pessoais etc.

Filipenses 2:19-22 é um exemplo disto.

 

4)    A Correspondência Pessoal.

 

As cartas do Novo Testamento são um claro exemplo. Hoje temos outros recursos disponíveis que podem ser usados como: E-mail; Telefone; Orkut, twiter, etc.

 

Estes podem ser um complemento do discipulado e, em caso de viagem, serão muito úteis.

 

5)    Os Pequenos Grupos.

 

O seu pequeno grupo regular semanal é o ambiente próprio para integrar seu “filhinho”, dando-lhe uma ................................ bem próxima rapidamente.

 

Analise estas questões:

a)    Caso o horário do seu pequeno grupo não atenda ao seu discípulo procure integra-lo em outro, vá com ele ou envolva outro líder neste aspecto.

b)    Após o segundo ano na igreja seu “filhinho” estará caminhando para ser “jovem” na fé. Ele fará o curso de dons e você deverá envolve-lo num ministério, outro grupo que o integrará também.

 

Esteja atento aos interesses de seu discípulo nos ministérios da igreja e aos seus possíveis dons espirituais, mesmo antes do curso.

 

6)    Os Cultos de Adoração.

 

Os cultos de adoração semanais proporcionam:

·         Louvores enriquecidos com estrutura musical.

·         Os desafios das mensagens bíblicas.

·         A unificação da igreja em torno de uma visão.

·         A unificação da igreja em alvos.

·         Aumento da comunhão com mais pessoas do corpo.

 

7)    Os Grupos Etários.

 

Cada discípulo precisa conviver com outros semelhantes por faixa etária e por sexo. Geralmente há grupos assim nas igrejas que poderão ajudar na integração: Adolescentes, jovens, jovens casados, Mulheres, Homens etc.

 

 

Estas são algumas estratégias que você poderá usar para discipular seu “filhinho” na fé. São armas poderosas. Não deixe de usa-las.

 

Que você possa ter um bom trabalho começando agora.

 

Que Deus te abençoe grandemente!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Discipulado em 4 Passos  - Apêndice.

 

1)    Frases para Pensar.[7]

 

“Todos os gigantes de Deus foram homens fracos que fizeram grandes coisas para Deus, porque se estribaram no fato de Deus estar com eles” Hudson Taylor (pg. 15)

 

“A salvação é de graça, mas o discipulado custa tudo o que temos” Billy Graham (pg. 21).

 

“Uma pessoa crucificada com Cristo não tem planos próprios, olha apenas em uma direção e não se deixa vencer” A.W. Tozer (Pg. 24).

 

“Você despenderia o mesmo tempo para se preparar a fim de satisfazer as necessidades de uma pessoa, que usaria para se preparar a fim de pregar um sermão para 5.000 pessoas? Quanto você crê no potencial de uma pessoa? K. Bruce Miller (pg. 27).

 

“Quando a igreja exala discípulos, inala  convertidos” Moore (pg. 32).

 

“Os homens não são lavrados por atacado, mas um por um” Sam Shoemaker (Pg. 28).

 

“Ora, quem despreza o dia das coisas pequenas”? (Zacarias 4:10).

 

“A decisão é 5%, o seguimento a esta decisão é 95% “ Billy Graham (pg. 43).

 

“É a transformação, e não o tempo, que faz os néscios se tornarem sábios, e os pecadores santos” AW Tozer (pg. 53).

 

“Espera-se que você encarne em sua vida o tema de sua adoração. Você deve ser tomado, consagrado, partido e distribuído, para que possa ser o meio de graça e o veículo do amor eterno” Santo Agostinho (pg. 59).

 

“Disponibilidade é mais rara que capacidade” (Pg. 69).

 

“Seja Pai e não possuidor. Seja atendente, e não senhor” Lao Tsé (pg. 77).

“Um sermão vivo vale 100 explicações” Robert Coleman (pg. 95).

“Não é quantos homens, mas que tipo de homens” Dawson Trotman (pg. 107).

 

2)    Pesquisas:[8]

 

Perda de membros:

1% por morte;  3% por mudança de endereço;  6% por outras amizades.

10% por morarem perto de outras igrejas.

15% por não terem seus problemas resolvidos.

65% por serem mal atendidas.

 

Igrejas e Templos:

1% da população mundial não cabe nos templos.

75% das pessoas jamais entraram nos templos.

95% dos recursos são gastos em programas.

5% dos recursos são gastos no discipulado.

10% das igrejas no mundo conhecem seu propósito.

10% dos membros destas igrejas vivem o propósito.

20% da população está sensível ao evangelho.

15% da igreja trabalha.

85% da igreja assiste os outros trabalharem.

 

Três classes de pessoas nas igrejas:

1)    Os que fazem as coisas acontecerem.

2)    Os que observam as coisas acontecerem.

3)    Os que não sabem o que está acontecendo.

 

Dois tipos de Pessoas nas igrejas:

a)    Os que criam problemas.

b)    Os que solucionam problemas.

 

No aprendizado humano retemos:

10% do que lemos ; 20% do que escutamos.

30% do que vemos; 70% do que vemos, escutamos e discutimos.

90% do que vemos, escutamos e realizamos.

 

Seu discipulado vai funcionar se você não ficar na teoria mas partir para a ação. Fale com seu líder, comece a discipular.

 

 

 

 

 

 

 



[1] CHAMPLIN, R.N. & BENTES,J. M. Dicionário de Bíblia, Teologia e Filosofia,  

           Vol 2 p.601.

[2] CASAS, Roberto. Discipulado Prático. Produção Independente do autor.

[3] CASAS, Roberto. Discipulado Prático.

[4] MOORE, Waylon B. Multiplicando Discípulos. 3 ed. RJ, Juerp, 1990.

[5] Moore (op cit) 31

[6] Moore (op cit) 28

[7] Moore, (Multiplicando Discípulos)

[8] CASAS, Roberto. Discipulado Prático.


visite nossa igreja

Rua Adelaide Badajós 77
Rio de Janeiro - RJ - 21351-390
Tel: (21) 3350 8048 ou 2458 9335

  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube
Newsletter

Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.